Acerca de mim

A minha foto

..Se as flechas perfuram o corpo,

as palavras podem trespassar a alma...



segunda-feira, 20 de novembro de 2017

A MÁQUINA DE COSTURA!!!!

A máquina de costura

Talhem-se as palavras justas
ao corpo do sofrimento
as imagens serão curtas
amplos os ombros do tempo
soltos os panos dos olhos
bordados os do talento
cosidos os dos ouvidos
ao forro do pensamento.
Tome-se o têxtil do tema
e corte-se o que é preciso
com a tesoura do riso.
Mas na orla do poema
depois da obra acabada
deixe-se ao menos um dedo
de tristeza embainhada.
Ary dos Santos


2 comentários:

  1. Bom dia

    Maravilhoso poema. Lindo demais
    .
    { Hoje: Mãos trémulas, enrugadas, onde deixo o meu agradecido beijo.}
    .
    Deixando um abraço
    .

    ResponderEliminar