SOU EU PRÓPRIA!!!

A minha foto

..Se as flechas perfuram o corpo,

as palavras podem trespassar a alma...

(Umberto Ec

EU DIGO:

SERÃO SEMPRE BEM-VINDOS AO MEU ESPAÇO.
MUITO OBRIGADA PELA VOSSA VISITA

.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

 



Imagem da net

De: Fernando Moreno

A MALETA

Um homem morreu.
Ao se dar conta, viu que Deus se aproximava e tinha uma maleta com Ele.

E Deus disse:
- Bem, filho, hora de irmos.

O homem assombrado perguntou:
- Já? Tão rápido? Eu tinha muitos planos...
- Sinto muito, mas é o momento de sua partida.
- O que tem na maleta? Perguntou o homem.

E Deus respondeu:
- Os seus pertences!!!
- Meus pertences? Minhas coisas, minha roupa, meu dinheiro?

Deus respondeu:
- Esses nunca foram seus, eram da terra.
- Então são as minhas recordações?
- Elas nunca foram suas, elas eram do tempo.
- Meus talentos?
- Esses não pertenciam a você, eram das circunstâncias.
- Então são meus amigos, meus familiares?
- Sinto muito, eles nunca pertenceram a você, eles eram do caminho.
- Minha mulher e meus filhos?
- Eles nunca lhe pertenceram, eram de seu coração.
- É o meu corpo.
- Nunca foi seu, ele era do pó.
- Então é a minha alma.
- Não! Essa é minha.

Então, o homem cheio de medo, tomou a maleta de Deus e ao abri-la se deu conta de que estava vazia... Com uma lágrima de desamparo brotando em seus olhos, o homem disse:
- Nunca tive nada?
- É assim, cada um dos momentos que você viveu foram seus. A vida é só um momento... Um momento só seu! Por isso, enquanto estiver no tempo, desfrute-o em sua totalidade. Que nada do que você acredita que lhe pertence o detenha... Viva o agora! Viva sua vida! E não se esqueça de SER FELIZ, é o único que realmente vale a pena! As coisas materiais e todo o resto pelo que você luta fica aqui. VOCÊ NÃO LEVA NADA! Valorize àqueles que valorizam você, não perca tempo com alguém que não tem tempo para você

sábado, 20 de outubro de 2012

NAO DIGAS NADA...

Imagem da Net
 
Não digas nada!
Nem mesmo a verdade
Há tanta suavidade em nada se dizer
E tudo se entender —
Tudo metade
De sentir e de ver...
Não digas nada
Deixa esquecer

Talvez que amanhã
Em outra paisagem
Digas que foi vã
Toda essa viagem
Até onde quis
Ser quem me agrada...
Mas ali fui feliz
Não digas nada.

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro
Não digas nada!

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

CANÇÃO DE OUTONO.

Minha imagem.
CANÇÃO DE OUTONO

Perdoa-me, folha seca,

não posso cuidar de ti.
Vim para amar neste mundo,
e até do amor me perdi.

De que serviu tecer flores

pelas areias do chão,
se havia gente dormindo
sobre o própro coração?

E não pude levantá-la!

Choro pelo que não fiz.
E pela minha fraqueza
é que sou triste e infeliz.
Perdoa-me, folha seca!
Meus olhos sem força estão
velando e rogando áqueles
que não se levantarão...

Tu és a folha de outono

voante pelo jardim.
Deixo-te a minha saudade
- a melhor parte de mim.
Certa de que tudo é vão.
Que tudo é menos que o vento,
menos que as folhas do chão...
Cecília Meireles

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

A LEITURA É....

imagem da net
A leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente esta sede
Carlos Drummond de Andrade

sábado, 6 de outubro de 2012

SONETO DE AMOR...



Soneto de amor 
 Não me peças palavras, nem baladas,
Nem expressões, nem alma... 

Abre-me o seio,
Deixa cair as pálpebras pesadas,
E entre os seios me apertes sem receio.

Na tua boca sob a minha, ao meio,
Nossas línguas se busquem, desvairadas...
E que os meus flancos nus vibrem no enleio
Das tuas pernas ágeis e delgadas.

E em duas bocas uma língua..., — unidos,
Nós trocaremos beijos e gemidos,
Sentindo o nosso sangue misturar-se.

Depois... — abre os teus olhos, minha amada!
Enterra-os bem nos meus; não digas nada...
Deixa a Vida exprimir-se sem disfarce!

José Régio, in “Antologia Pessoal da Poesia Portuguesa, Eugénio de Andrade”

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

ESCREVO COM SEI!!



IMAGEM DA NET
                                                        A 5 DE OUTUBRO DO ANO 1910
FOI A IMPLANTAÇÃO DA REPÚCLICA EM PORTUGAL.

Não sou Poetisa  nem Escritora
e muito menos Doutora.
Não sei escrever palavras bonitas
sou como sou e quando as escrevo,
são minhas E muito sentidas.
Sou uma habitante do meu País
que  continua a aprender
para saber, o que pode dizer.
Somos um País onde a palavra
"Descobrimentos"foi o nosso lema
Portugal,tendo dado
novos mundos ao "Mundo"
hoje, esse Mundo está de costas voltadas
e   Portugal numa LENTA  AGONIA.
Da  implantação da república
O avô,contava  aos netos  com conhecimento de causa,
signficado da morte do rei D.Carlos...e...e...
das lutas que há época foram envolvidas
dando origem a um novo sistema.
Não havia internet!
Eram estudos lidos e relidos  nos manuais da 
         "Historia de Portugal".
Sem dúvida, a  caminhada na vida, repete-se, sempre e sempre!



"UM DESABAFO"

HOJE 5 de OUTUBRO  
OS MEUS PAIS FARIAM ANOS DE CASADOS.
JÁ NAO ESTÃO COMIGO,MAS EU ESTOU NO MEIO DELES
ALGURES, NUMA ESTRÊLA,ASSIM O QUERO PENSAR!
Fotografia de:Eduardo Correia
BOM FIM DE SEMANA

Betinha Correia