EU DIGO:

SERÃO SEMPRE BEM-VINDOS AO MEU ESPAÇO.
MUITO OBRIGADA PELA VOSSA VISITA

.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

ARTE DE SER AMADA...

                                
                           
 Arte de Ser 

POR MOTIVOS DE SAÚDE.O BLOGUE FAZ UM INTERREGNO
MUITO OBRIGADA E ATÉ UM DIA!!!

A ARTE DE SER AMADA

Eu sou líquida mas recolhida
no íntimo estanho de uma jarra
e em tua boca um clavicórdio 
quer recordar-me que sou ária
aérea vária porém sentada
perfil que os flamingos voaram.
Pelos canteiros eu conto os gerânios
de uns tantos anos que nos separam.
Teu amor de planta submarina
procura um húmido lugar.
Sabiamente preencho a piscina
que te dê o hábito de afogar.
Do que não viste a minha idade
te inquieta como a ciência
do mundo ser muito velho
três vezes por mim rodeado
sem saber da tua existência.
Pensas-me a ilha e me sitias
de violinos por todos os lados
e em tua pele o que eu respiro
é um ar de frutos sossegados.
Natália Correia, in "O Vinho e a Lira"

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

ESTRADA BRANCA!!




A Estrada BrancaAtravessei contigo a minuciosa tarde 
deste-me a tua mão, a vida parecia 
difícil de estabelecer acima do muro alto 

folhas tremiam 
ao invisível peso mais forte 

Podia morrer por uma só dessas coisas 
que trazemos sem que possam ser ditas: 
astros cruzam-se numa velocidade que apavora 
inamovíveis glaciares por fim se deslocam 
e na única forma que tem de acompanhar-te 
o meu coração bate 
José Tolentino Mendonça, in 'A Estrada Branca'

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

TU JÁ NÃO ÉS TU...

Pintura em tela de L:C:

EU VI-TE AO VIRAR DA ESQUINA.
ESTÁS DIFERENTE!
LEMBREI-ME DE UNS OLHOS CÔR DE AVELÃ
QUE ME OBSERVAVAM  TOTALMENTE.

MAS...

TU JÁ NÃO ÉS TU
         EU SOU SEMPRE EU...


MAGOASTE-ME COM A TUA SOBERANIA
DE ALTIVEZ E ARROGÃNCIA.
QUERIAS MOSTRAR AOS OUTROS QUE ERAS IMPORTANTE

MAS...

TU JÁ NÃO ÉS TU
      EU  SOU SEMPRE EU

HOJE PASSO POR TI,SOU A MESMA,
SIMPLES E SEM PRECONCEITOS
NÃO SEI SE TE AMO AINDA
OU TE ODEIO FORTEMENTE!

FALAR MAIS,SERIA MAGOAR-ME
A MIM PRÓPRIA E NÃO MERECES.
CAI UMA LÁGRIMA NO SILÊNCIO
DA NOITE,PORQUE,AINDA TE AMO.

MAS...

TU JÁ NÃO ÉS TU
          EU,SOU SEMPRE EU...
ELISABETE CORREIA

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

O MEU ESPELHO!!!


ESPELHO MEU QUEM É MAIS AMIGO DO QUE EU?
MEU VELHO,MEU COMPANHEIRO E ÚNICO 
VAMOS FALAR UM POUCO DA NOSSA CUMPLICIDADE  
TALVEZ ASSIM,POSSAMOS MATAR A SAUDADE.

LEMBRAS-TE QUANDO FUI AO PRIMEIRO BAILE?
MUITO CONTENTE.DISSESTE-ME:
"VAIS LINDA!!!"
SEREI  UMA PRINCESA NUM CONTO DE FADAS?

RECORDAS-TE QUANDO TE MOSTREI A FOTOGRAFIA 
DO MEU PRIMEIRO NAMORADO E ,VI PELA TUA CARA
QUE NÃO GOSTASTE NADA,FOI UM RIR ATÉ ACABAR.

GUARDEI-TE,E FOMOS PARA O TAL PAÍS TROPICAL...
COMO SEMPRE,FOSTE COLOCADO NO MEU QUARTO
NÃO TE DISPENSAVA!!
ERAS O MEU AMIGO DAS ALEGRIAS E DAS TRISTEZAS

HOJE ESTAMOS AMBOS DESFEITOS
SEGURA-ME NAS MÃOS SOMENTE 
ENQUANTO O FIZERES COM O  TEU CARINHO
PARTIREI  CONTIGO EM PEDACINHOS.


BETINHA CORREIA






sexta-feira, 3 de outubro de 2014

MEU PAI!!!



AO MEU PAI

NASCEU A 03/10/1913

As tuas mãos tem grossas veias como cordas azuis
sobre um fundo de manchas já cor de terra
— como são belas as tuas mãos —
pelo quanto lidaram, acariciaram ou fremiram
na nobre cólera dos justos...
Porque há nas tuas mãos, meu velho pai,
essa beleza que se chama simplesmente vida.
E, ao entardecer, quando elas repousam
nos braços da tua cadeira predileta,
uma luz parece vir de dentro delas...
Virá dessa chama que pouco a pouco, longamente,
vieste alimentando na terrível solidão do mundo,
como quem junta uns gravetos e tenta acendê-los contra o vento?
Ah, Como os fizeste arder, fulgir,
com o milagre das tuas mãos.
E é, ainda, a vida
que transfigura das tuas mãos nodosas...
essa chama de vida — que transcende a própria vida...
e que os Anjos, um dia, chamarão de alma...


(Mario Quintana)