SOU EU PRÓPRIA!!!

A minha foto

..Se as flechas perfuram o corpo,

as palavras podem trespassar a alma...

(Umberto Ec

EU DIGO:

SERÃO SEMPRE BEM-VINDOS AO MEU ESPAÇO.
MUITO OBRIGADA PELA VOSSA VISITA

.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Acredita em ti!!!




Acredita em ti:!

Acorda com um sorriso!

Espalha bom humor!

Sê transparente!

Tem fé no amor!

Por mais que as

tuas lágrimas teimem em cair,

coloca:

nos lábios um sorriso e deixa o tempo passar!

Acrescente à tua vida;

uma chavena da felicidade alheia,

uma dose de tolerância,

uma pitada de compaixão e um prato cheio de perdão!

Conquista a tua felicidade!

Nunca é tarde para plantar uma semente e colher os frutos!

Nunca é tarde para sorrir!

Nunca é tarde para amar e ser feliz!

D:A:

domingo, 30 de janeiro de 2011

Olhos de Menina!!

Não tenho mais os olhos de menina nem corpo de adolescente, a pele translúcida há muito se apagou Há rugas onde havia sedas. Sou uma estrutura abrandada pelos anos e o peso dos fardosbons ou ruins. Carreguei muitos com gosto e alguns com rebeldia. O que te posso dar é mais que tudo o que perdi: Dou-te os meus ganhos. A maturidade que consegue rir quando em outros tempos choraria! Procurar agradar-te quando antigamente quereria apenas ser amada. Agora posso dar-te muito mais do que beleza e juventude : Esses dourados anos ensinaram -me a amar melhor, com mais paciência e não menos ardor. Entender-te quando precisas, a aguardar-te quando vens.... Dar-te o regaço de amante e colo de amiga,e sobretudo, a força — que vem da experiência vivida. Posso dar-te: Um mar antigo e confiável cujas marés — mesmo quando fogem — retornam,cujas correntes ocultas não levam destroços mas o sonho interminável das sereias... (AD)

sábado, 29 de janeiro de 2011

SORRI!!!

Sorri quando a dor te torturar E a saudade atormentar Os teus dias tristonhos vazios Sorri quando tudo terminar Quando nada mais restar Do teu sonho encantador Sorri quando o sol perder a luz E sentires uma cruz Nos teus ombros cansados doridos Sorri vai mentindo a sua dor E ao notar que tu sorris Todo mundo irá supor Que és feliz Charles Chaplin

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Uma viagem!!

Hoje foi diferente: Fiz um viagem a partir de um dos meus pontos preferidos: Estava frio,muito frio mesmo,porém,senti-me bem! Olhei em frente para as ondas do mar e disse: Vou sair do meu casúlo,vou até além-mar... Foi uma tarde linda! Subitamente,encontrei-me num País Tropical onde,outrora eu tinha sido uma princesa! Para se ser "essa princesa",basta ter sido muito feliz,EU FUI...Tinha uma familia Maravilhosa que me amava e eu,nos meus dourados anos de infãncia...entregava-me a esse amor,que só temos numa fase da nossa vida; O AMOR do PAI e da MÂE. Todos os contos de fada,têm um fim! Na maioria,bem felizes,quando são escritos,por talentosos escritores todavia,quando são vividos,nem sempre isso acontece. O meu,foi vivido e escrito por mim e terminou com uma viagem sem retorno. Aqui continuo,porque todos seguimos a nossa estrada!! Talvez,pela lógica já esteja além do meio... Fiquem bem e uma boa noite.

Encontros e Desencontros

Encontros e desencontros… A vida dá voltas e voltas, e tudo a sua volta, aos poucos entra na dança. Em cada passo e compasso, um acontecimento… Aquele acontecimento, que profundamente, marca sua alma… De forma boa ou ruim, sempre marca, inesquecível… Sempre… Ele, ainda tímido, toma uma atitude e convida ela, para que seja sua dama… Receosa, imersa em lembranças inesquecíveis, pensa e aceita… Aposta a sua valsa naquela dança… E eis que começa o baile… Ele vem vestido de dia, e ela de noite… Ele em seu paletó branco com detalhes dourados e reluzentes, segurando uma linda rosa vermelha, para ela… Ela vem com seu vestido decotado longo e azul, repleto de detalhes brilhantes, segurando o sorriso, para que seja só dele… Ambos impecáveis, um esperando o outro Assim é a realidade, um baile diário, repleta de encontros e desencontros Ela… Ainda espera por ele… E ele… Por ela… Ambos esperam o pelo outro, até o dia do próximo baile, quando o destino permitir!!! (A:D:)

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

A Solidão!!!

A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, Que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana. A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo, O que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro. O maior solitário é o que tem medo de amar, O que tem medo de ferir e ferir-se, O ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo. Esse queima como uma lâmpada triste, Cujo reflexo entristece também tudo em torno. Ele é a angústia do mundo que o reflete. Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes de emoção, As que são o patrimônio de todos, E, encerrado em seu duro privilégio, Semeia pedras do alto de sua fria e desolada torre." ( Vinícius de Moraes )

Silêncio em Mim!!!

SILÊNCIO EM MIM Ah...Esse silêncio dentro de mim, uma quietude, em horas tristes que se arrastam lentamente... Preso na garganta o que falar nunca soube, nem pude, esperando mais um ano, que começa novamente... Enquanto procuro me revestir de esperanças, tentando reverter uma, ou outra triste história, me consomem as dolorosas lembranças e cenas tristes desfilam... A:D:

sábado, 22 de janeiro de 2011

Quando se tem alguem de verdade.... Um senhor de idade chegou a um consultório médico, para fazer um curativo em sua mão, na qual havia um profundo corte. E muito apressado pediu urgência no atendimento, pois tinha um compromisso. O médico que o atendia, curioso perguntou o que tinha de tão urgente para fazer. O simpático velhinho lhe disse que toda a manhã ia visitar sua esposa que estava em um abrigo para idosos, com mal de Alzheimer muito avançado. O médico muito preocupado com o atraso do atendimento disse: - Então hoje ela ficará muito preocupada com sua demora? No que o senhor respondeu: -Não, ela já não sabe quem eu sou. Há quase cinco anos que não me reconhece mais. O médico então questionou: - Mas então para quê tanta pressa, e necessidade em estar com ela todas as manhãs, se ela já não o reconhece mais? O velhinho então deu um sorriso e batendo de leve no ombro do médico respondeu: -Ela não sabe quem eu sou... Mas eu sei muito bem quem ela é! O médico teve que segurar suas lágrimas enquanto pensava... O verdadeiro AMOR, não se resume ao físico, nem ao romântico. O verdadeiro AMOR é aceitação de tudo que o outro é... De tudo que foi um dia... Do que será amanhã... E do que já não é mais. E o amanhã? Se vê pelo hoje.