SOU EU PRÓPRIA!!!

A minha foto

..Se as flechas perfuram o corpo,

as palavras podem trespassar a alma...

(Umberto Ec

EU DIGO:

SERÃO SEMPRE BEM-VINDOS AO MEU ESPAÇO.
MUITO OBRIGADA PELA VOSSA VISITA

.

domingo, 2 de julho de 2017

ARIDEZ!!!!


Aridez
Perdi-me no mundo
Num mundo as avessas
Saí num segundo
Por poetas travessas
Ao ver me perdido
Tristonho e sem norte
Meu corpo ferido
Esvaiu-se na sorte
Segui pela estrada
Buscando saída
Uma alma penada
Perdida na vida
No meu rumo incerto
Silente, sózinho,
Do longe fiz perto
Trilhei meu o caminho
Errante, à deriva,
Que triste sentir
Minha alma ferida
Não quer desistir
E vi num rochedo
Tão frio e sem cor,
Surgir sem ter medo
A mais linda flor
Um grito, um apelo;
Sorri de contente
Um quadro tão belo
Surgiu-me na frente
Corri confiante;
Quem sabe, algum dia
Regresse num instante
A paz e a harmonia
José Sepúlveda

2 comentários:

  1. Boa tarde querida Betinha
    Que lindo poema tão lindo e tão profundo, com sentimentos que todos nos temos em alguma fase da nossa vida. Que seu més de julho seja cheio de alegrias e muita paz. Um enorme abraço.

    ResponderEliminar
  2. Magnifica partilha querida amiga ,que a esperança nunca nos falte jamais neste turbilhão de momentos que a vida nos concede,muitos beijinhos ,feliz semana

    ResponderEliminar