Acerca de mim

A minha foto

..Se as flechas perfuram o corpo,

as palavras podem trespassar a alma...

(Umberto Ec

EU DIGO:

SERÃO SEMPRE BEM-VINDOS AO MEU ESPAÇO.
MUITO OBRIGADA PELA VOSSA VISITA

.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

QUANDO EU NASCI......


Quando eu nasci,
ficou tudo como estava,
Nem homens cortaram veias,
nem o Sol escureceu,
nem houve Estrelas a mais…
Somente,
esquecida das dores,
a minha Mãe sorriu e agradeceu.

Quando eu nasci,
não houve nada de novo
senão eu.

As nuvens não se espantaram,
não enlouqueceu ninguém…

P’ra que o dia fosse enorme,
bastava
toda a ternura que olhava
nos olhos de minha Mãe…

José Régio

1 comentário:

  1. Os olhos de mãe são de uma ternura permanente querida amiga, um lindo poema cheio de encanto, beijinhos no coração

    ResponderEliminar