EU DIGO:

SERÃO SEMPRE BEM-VINDOS AO MEU ESPAÇO.
MUITO OBRIGADA PELA VOSSA VISITA

.

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

O BEIJO...


«Não te beijo e tenho ensejo 
Para um beijo te roubar; 
O beijo mata o desejo 
E eu quero-te desejar.» 

Sabendo que deves ter 
Milhões deles p'ra me dar, 
Teria que enlouquecer 
Para um beijo te roubar. 

E como em teus lábios puros, 
Guardas tudo quanto almejo, 
Doutros desejos futuros 
O beijo mata o desejo. 

Roubando um, mil te daria; 
O que não posso é jurar 
Que não te aborreceria, 
E eu quero-te desejar!    

António Aleixo, in "Este Livro que Vos Deixo..."

4 comentários:

  1. Lindo poema querida amiga Betinha ,com toda a leveza mando-lhe um beijo com muito carinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Emanuel
      Retribuo o Beijinho~
      B.F.de semana

      Eliminar
  2. Ler o António Aleixo é sempre um prazer enorme.
    Obrigado pela partilha, pois não conhecia este poema.
    Elisabete, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar