SOU EU PRÓPRIA!!!

A minha foto

..Se as flechas perfuram o corpo,

as palavras podem trespassar a alma...

(Umberto Ec

EU DIGO:

SERÃO SEMPRE BEM-VINDOS AO MEU ESPAÇO.
MUITO OBRIGADA PELA VOSSA VISITA

.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

PELA VERDADE E....


Pela verdade, pelo riso, pela luz, pela beleza,
Pelas aves que voam no olhar de uma criança,
Pela limpeza do vento, pelos actos de pureza,
Pela alegria, pelo vinho, pela música, pela dança,
Pela branda melodia do rumor dos regatos,
Pelo fulgor do estio, pelo azul do claro dia,
Pelas flores que esmaltam os campos, pelo sossego dos pastos,
Pela exactidão das rosas, pela Sabedoria,
Pelas pérolas que gotejam dos olhos dos amantes,
Pelos prodígios que são verdadeiros nos sonhos,
Pelo amor, pela liberdade, pelas coisas radiantes,
Pelos aromas maduros de suaves outonos,
Pela futura manhã dos grandes transparentes,
Pelas entranhas maternas e fecundas da terra,
Pelas lágrimas das mães a quem nuvens sangrentas
Arrebatam os filhos para a torpeza da guerra,
Eu te conjuro ó paz, eu te invoco ó benigna,
Ó Santa, ó talismã contra a indústria feroz.
Com tuas mãos que abatem as bandeiras da ira,
Com o teu esconjuro da bomba e do algoz,
Abre as portas da História,
deixa passar a Vida!

Natália Correia

4 comentários:

  1. Muito lindo este momento de reflexao do sentido da vida ,nos faz refletir para que nascemos qual sera a importancia da nossa vida perante as atrocidades do proprio ser humano que nao tem limites .Cabe a cada um de nos re-encantar toda a pureza da vida rumo a paz de nos proprios e de todo este mundo que sofre ,beijos Betinha.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia amigo Emanuel
    Sem duvida que as suas palavras são muito reconfortantes
    muito obrigada e bom domingo
    beijinho

    ResponderEliminar
  3. Uma bela escolha poética.
    Porque é um grande poema de uma grande poeta.
    Betinha, querida amiga, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar