Acerca de mim

A minha foto

..Se as flechas perfuram o corpo,

as palavras podem trespassar a alma...

(Umberto Ec

EU DIGO:

SERÃO SEMPRE BEM-VINDOS AO MEU ESPAÇO.
MUITO OBRIGADA PELA VOSSA VISITA

.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Penedo da Saudade(Coimbra)M/imagem.

Mistério d'amor

Um mistério que eu trago dentro em mim
Ajuda-me, minha alma a descobrir...
É um mistério de sonho e de luar
Que ora me faz chorar, ora sorrir!

Vivemos tanto tempo tão amigos!
E sem que o teu olhar puro toldasse
A pureza do meu. E sem que um beijo
... As nossas bocas rubras desfolhasse!

Mais um dia, uma tarde...houve um fulgor
Um olhar que brilhou...e mansamente...
Ai dize ó meu encanto, meu amor:

Por que foi que somente nessa tarde
Nos olhamos assim tão docemente
Num grande olhar d'amor e de saudade?!

Florbela Espanca
(1894-1930)

2 comentários:

  1. Tens muito bom gosto na poesia que escolhes.
    Adoro a poesia da Florbela...
    Beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada Nilson.
    A minha escolha,recai,na identificação como o respectivo poema,melodia etc etc...Têm te ter algo em comum,para eu o transcrever!
    Beijinho amigo

    ResponderEliminar